Resumo do livro Dar e Receber

Tempo de leitura: 5 minutos

Trazer este resumo do livro dar e receber é uma satisfação enorme. Posso dizer isso por diversos fatores, alguns deles são os ganhos que tenho em dar, ou melhor, em doar e os benefícios que você poderá receber através dessa minha “doação”.

Talvez você não tenha entendido absolutamente nada. Se for o caso não se preocupe. Através da leitura desse resumo do livro dar e receber, você compreenderá melhor o que quero dizer.

Logo de cara posso afirmar que o livro dar e receber do autor Adam Grant, foi sem dúvida uma das leituras mais agradáveis que tive até aqui neste ano de 2019. Vale ressaltar que essa já é a segunda obra do autor que trago aqui no blog. O outro livro dele abordado aqui foi Originais. Outra obra de bastante relevância do Adam Grant.

Mas, falando precisamente do livro dar e receber. Posso adiantar que a forma como o autor aborda o conteúdo, nos possibilita um entendimento simplesmente fascinante.

Quando comecei a ler, fui sendo levado aos poucos pelos ensinamentos e os argumentos do autor, quando fui perceber já estava na metade do livro.

Tenho certeza que ao ler este resumo do livro dar e receber, você já começara a entender de forma sucinta as principais ideias da obra. Sem mais demora, vamos logo ao resumo.

Resumo do livro dar e receber

O livro dar e receber – Uma abordagem revolucionária sobre sucesso, generosidade e influência.  Aborda sobre três tipos de condutas que trazem impacto tanto positivo, quando negativo.

São comportamentos que podem levar ao sucesso, como podem levar ao fracasso. Segundo o autor essas condutas, ou melhor, esses tipos de comportamento são renomeados dessa forma: TOMADORES, DOADORES e COMPENSADORES.

Segundo o autor tomadores são pessoas que: “Gostam mais de receber que dar. Fazem a reciprocidade pender para o seu lado, colocando os interesses próprios a frente das necessidades alheias.”

Ainda falando sobre os tomadores o autor completa dizendo: “Os tomadores acreditam que o mundo é um lugar competitivo, uma luta de cão e gato. Acham que, para alcançar o sucesso, precisam ser melhores que os outros. Para demostrar sua competência, se autopromovem e se empenham em obter o máximo de créditos por seus esforços.”

Sobre os doadores o Adam Grant diz: “No trabalho, os doadores são uma espécie relativamente rara. Fazem a reciprocidade pender na direção dos outros, preferindo dar mais do que recebem.”

E completa diferenciando os tomadores dos doadores da seguinte forma: “Enquanto os tomadores tendem a ser mais voltados para si mesmos, avaliando o que podem receber, os doadores são mais voltados para os outros, dedicando mais atenção ao que podem oferecer.”

No que diz respeito aos compensadores o autor define-os dessa maneira: “O compensador acredita no isto ou aquilo, no toma lá da cá, e seus relacionamentos são regidos por trocas de favores uniformes.”

Depois de definir de forma clara esses três tipos de condutas. O autor começa a mostrar que ambos os perfis podem chegar ao sucesso. Contudo, quando é feito uma análise mais meticulosa e quando se trata de sucesso a longo-prazo.

É visto nitidamente que os doadores não apenas são os que ficam no topo da pirâmide, ou seja, são os que possuem mais sucesso no que fazem, como também são a base na pirâmide, isto é, são os que mais fracassam.

Munidos com essas informações o autor começa a descrever através dos capítulos o motivo no qual os doadores são tão bem sucedidos e o que levam uma grande parte deles obterem tantos fracassos.

A cada capítulo o autor vai citando diverso casos e estudos que demostram o motivo que levam os doadores ao sucesso. E quais as suas deficiências.

O autor deixa clara que ambos tem suas vantagens, no entanto através da leitura, percebemos que os tomadores não conseguem manter uma boa performance por muito tempo, pelo fato de que eles não constroem relacionamentos de longo prazo.

Geralmente eles tentam levar vantagem de imediato, são pessoas que não pensa no sucesso alheio. Esquecem de fazer negociação ganha a ganha. São pessoas que não deixam saudades por onde passam.

Por conta disso esse tipo de pessoa, dificilmente chega ao sucesso. Quando chegam são muitas vezes odiadas, e a todo instante ficam com medo de ser sugado pelos seus “inimigos”.

Não tão radicais assim, porém, não muito diferente, os compensadores são os que são mais voltados para a reciprocidade. Valorizam a troca de favores, podem chegar ao sucesso, no entanto sacrificam muita energia para se manter entre os melhores.

Já diferentemente dos tomadores e compensadores. Os doadores são bem vistos por todos. São pessoas que amam ajudar as outras pessoas. Não se importam em gastar energia e tempo para oferecer o melhor de si para os outros.

O doador quando está no topo, não desperta inveja ou raiva de ninguém. Pelo contrário, eles são queridos, as pessoas procuram está sempre perto.

Porém, nem tudo são flores. O autor explica que ser apenas um doador não é garantia de sucesso. Que a sua generosidade pode despertar inúmeras desvantagens.

Segundo Adam Grant os doadores que ficam na parte de cima da pirâmide são chamados de doadores alterista. E os que ficam na base são os doadores altruístas.

A diferença entre eles são simples: Os doadores alterista os que ficam no topo da escala do sucesso são as pessoas que são feliz em doar no entanto são sabias em identificar quem poderá se aproveitar da sua generosidade.

Usando outras palavras, os doadores alteristas entendem que precisam identificar os tomadores e compensadores, para que não sejam enganados ou explorados por eles.

Isso faz com que eles se tornem cada vez mais forte. Pois, se beneficiam de sua generosidade ao mesmo tempo mantem seu escudo para se proteger dos que tentam aproveitar de suas boas ações.

Além disso, os verdadeiros doadores os que são lideres, sabem que não podem apenas dar, entendem que doar tem que ser algo prazeroso, algo que traga motivação. Fazendo isso eles doam com prazer. com foco nos benefícios para ambas as partes envolvidas.

Já os doadores que ficam na base são aquelas pessoas que só fazem doar. No entanto, não entendem que é necessário se blindar para não ser explorado. Não compreendem que não é saudável se colocar em segundo plano para ajudar as outras pessoas.

Para que este resumo do livro dar e receber não fique tão longo. Podemos resumir os doadores da base os chamados doadores altruístas como pessoas que não entendem a verdadeira importância de dar e receber.

Finalizando…

Fique certo que este resumo do livro dar e receber é apenas uma simples parte de um livro recheado de ideias, de estudos e pesquisas que comprovam a relevância dos argumentos do autor.

Por isso sugiro que você não se limite apenas a este resumo do livro dar e receber, mas leia a obra completa. Não tenho dúvida que você aprenderá muitas coisas interessantes.

Se por acaso achou o conteúdo relevante, deixe um comentário e compartilhe.

Se quiser adquirir o livro através da amazon, basta apenas acessar o link contendo imagem logo abaixo. Muito obrigado por ter lido até aqui, te desejo muito sucesso.

 

 

Joás Alves

Olá, meu nome é Joás Alves, sou bacharel em produção publicitária e empreendedor digital, uma das minhas mais queridas missões, é compartilhar conhecimento para ajudar no seu crescimento pessoal e profissional.

Artigos Relacionados