Resumo do livro como se defender de ataques verbais

Tempo de leitura: 3 minutos

Depois de ter lido o livro A arte de se fazer respeitar da autora Barbara Backhan. (Livro que na qual já fiz resumo aqui no blog), Decidir ler mais uma obra da autora desta vez a obra foi como se defender de ataques verbais. Livro que achei até mais interessante do que o a arte de se fazer respeitar. Neste resumo do livro como se defender de ataques verbais. Irei pontuar de forma sucinta as principais ideias proposta pela a autora.

Mesmo sendo um livro básico, mesmo achando também que algumas das estratégias são bonitas na teoria, mas na prática talvez não seja tão simples de ser aplicadas. Vale a pena ler o livro, pois algumas dicas são bastante relevantes.

Sem demora, vamos ao resumo:

Resumo do livro como se defender de ataques verbais

O livro como se defender de ataques verbais – maneiras inteligentes de se defender de palavras agressivas traz várias ideias que podem ser aplicadas em várias situações.

Talvez você precise desses conhecimentos para aplicar no seu trabalho, na faculdade, na sua comunidade, ou em outros lugares. Afinal, quem nunca sofreu algum tipo de ataque verbal?

No entanto, o mais importante é saber como proceder depois de sofrer algum tipo de ofensa. Pois, a forma como você se posiciona, poderá ser o fator crucial sobre o acontecido.

Inspirada na técnica de aikido a autora Barbara Backhan. Nos mostra que podemos nos livrar de um ataque sem necessariamente atacar a pessoa que nos atacou.

Usando outras palavras a autora cita no livro algumas estratégias básicas para que você consiga dominar quem o atacou. Trocando assim os papeis, deixando de ser vitima da situação.

Como já mencionei no inicio deste resumo do livro como se defender de ataques verbais. Algumas estratégias citadas pela autora são simples e bonitas na teoria. No entanto, acredito que na prática não seja tão aplicáveis.

Por exemplo, se uma pessoa te ofender falando da seguinte maneira: Você não consegue fazer nada direito. Como ser humano, sentimos a vontade de responder a altura. Isso não é novidade. Porém, segundo a autora isso não é recomendável. Para isso ela fornece dicas.

Algumas dessas dicas que irei citar aqui este resumo. São as que achei mais interessantes, e talvez mais “fácil” de ser aplicadas.

A primeira dessas dicas a autora chama de Escudo protetor. Isto é, quando recebemos algum ataque verbal precisamos nos defender criando um escudo. Isso quer dizer que mentalmente temos quer focar em outra coisa e não deixarmos ser contaminados pela grosseria alheia. Isso nos possibilita uma autodefesa poderosa.

Outra estratégia citada pela autora para nos defender de ataques verbais, é responder o agressor usando apenas gestos. Sobre essa dica a autora aborda que em alguns casos quando recebemos algum ataque verbal, podemos sem usar nenhuma palavra desarmar o agressor. Isto pode acontecer, por exemplo, através de um olhar estranho, ou seja encarar o agressor com olhos arregalados, como se estivesse diante de um extraterrestre. Complementar o agressor como se fosse velhos conhecidos.

Isso irá deixar o agressor, curioso, tirando assim o foco das ofenças.

Em seguida a autora vai pontuando as estratégias de forma objetiva, outras duas estratégias que achei relevante e que vale a pena citar aqui neste resumo do livro como se defender de ataques verbais são a estratégia chamada: o provérbio inadequado, e a réplica desintoxicante.

Sobre a estratégia o proverbio inadequado a autora aconselha que ao receber algum ataque verbal, você responda com um provérbio totalmente inadequado. Isso funciona dessa forma: Uma pessoa lhe ofende dizendo: Você não pensa direito. Você responde: De grão em grão, a galinha enche o papo. Ao fazer isso, a autora afirma que você irá deixar a pessoal que lhe ofendeu sem entender absolutamente nada, pelo fato de você ter falado algo totalmente sem contexto.

Para justificar essa estratégia a autora aborda que ao responder com um provérbio inadequado você deixa o agressor perdido, e fazendo isso ele perderá o fio da meada.

Já a estratégia chamada: Réplica desintoxicante é nada mais nada menos que uma forma de destacar a palavra que lhe ofendeu, questionando assim o agressor. Esta dica pode ser usada da seguinte maneira. Vamos supor que o agressor diga: Você só faz besteira. Você pode questionar ele usando a réplica desintoxicante perguntando: O que você quer dizer com “só faço besteira”? Neste momento você coloca o agressor contra a parede, vamos dizer que ele responda: Você não presta atenção no que faz. A partir deste momento você poderá responder: Não concordo com sua resposta, acho ela muito vazia.

Se você observar, ocorreu uma troca, você foi ofendido, no entanto através do próprio ataque, você respondeu de forma educada e fez com que o agressor ficasse “sem chão”.

Finalizando…

Este livro da Barbara Berckhan foi interessante em alguns pontos e tenho certeza que caso você não se limite apenas neste resumo do livro como se defender de ataques verbais e leia a obra completa, sem dúvida você obterá vários ensinamentos importantes para usar no seu dia a dia.

Portanto, se gostou deste resumo deixe seu comentário e compartilhe.

Se quiser adquirir o livro através da amazon é só acessar a imagem contendo link logo abaixo. Um forte abraço e muito sucesso.

Joás Alves

Olá, meu nome é Joás Alves, sou bacharel em produção publicitária e empreendedor digital, uma das minhas mais queridas missões, é compartilhar conhecimento para ajudar no seu crescimento pessoal e profissional.

Artigos Relacionados