Resumo do livro As 25 Leis Bíblicas do Sucesso

Tempo de leitura: 5 minutos

Essa obra nos traz vários ensinamentos da bíblia que podemos aplicar na nossa vida pessoal e profissional. Esse livro com certeza está na minha lista dos melhores que li em 2018. Nada mais justo do que trazer esse resumo do livro as 25 leis bíblicas do sucesso dos autores Willian Douglas e Rubens Teixeira para você.

O legal dessa obra é que os autores passam todo o conteúdo de forma simples e clara. Ajudando o leitor a entender a riqueza do assunto.

Sem demora vamos ao resumo:

Resumo do livro As 25 leis bíblicas do sucesso

Logo no inicio do livro os autores nos alerta, sobre alguns pecados capitais na busca do sucesso.

São eles: Gula, Pressa, Avareza, Luxúria, falta de prazer no trabalho, ira contra a riqueza, inveja, cobiça, preguiça, soberba e orgulho.

Esses pecados quando cometidos no cotidiano pode nos paralisar na busca do sucesso.

O pecado da pressa, por exemplo, é sem dúvida um fator crucial contra o sucesso. Como está escrito em Provérbios 16:32 “Melhor é o homem paciente do que o guerreiro.”

Os autores nos dizem que ao cometermos esse pecado comprometemos nossa carreira, nossos negócios, etc. Em um dos textos do livro que se trata da pressa o autor diz: “Quando se trata de construir uma carreira ou um negócio vitoriosos, não adianta ter pressa nem ilusões. Não adianta ser guloso. O sucesso demora, dói e dá trabalho.” Os autores continuam dizendo: “Por outro lado, você pode ter certeza de uma coisa: Dói menos e demora menos do que não ter sucesso, do que desistir, do que não ter sonhos nem planos e ficar a margem da vida.”

Isso é um dos principais aprendizados da obra, muitas vezes queremos tudo para ontem. No entanto, as coisas não funcionam assim na vida real. Temos que entender que tudo leva tempo, e não existe sucesso de um dia para o outro.

Já o pecado da avareza é muito cometido hoje em dia e nos prejudica muito no caminho rumo ao sucesso.

1 Timóteo 6:10 diz: “Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns (…) se transpassaram a si mesmos com muitas dores.”

Segundo os autores é preciso ter equilíbrio emocional para lidar com o sucesso e a riqueza. Ter maturidade nessa fase é fundamental.

Vale ressaltar que muitas pessoas confundem as coisas. Acreditam que dinheiro só traz tristeza e dor. No entanto, as coisas não funcionam dessa forma. Dinheiro não é um único fator de felicidade, dinheiro não é o único caminho. Dinheiro é um meio e quando temos dinheiro podemos realizar coisas que na qual não faríamos se não tivéssemos dinheiro.

O perigo é a forma errônea de agir ou pensar em relação ao dinheiro. Um dos textos desse capítulo os autores cometam: “Dizem que dinheiro não traz felicidade e isto é fato, mas não vivemos só de felicidade. Não pagamos a conta de luz com felicidade, nem o plano de saúde com um sorriso. O dinheiro tem seu lugar em nossa vida e nada melhor do que ele para resolver certos problemas práticos do cotidiano.”

O problema é que muitas pessoas acreditam que o dinheiro traz felicidade. E pensando dessa forma cometem atos, como corrupção, fraude entre outros.

A prova clara que dinheiro não traz felicidade é os inúmeros casos de pessoas que são riquíssimas. Porém, vivem insatisfeitas com a vida e com depressão.

Outro ponto importante da obra é sobre o pecado da falta de prazer no trabalho. Um dos conselhos citados pelos autores para evitar esse pecado é: “Não se esforce para ter prazer, aprenda a ter prazer no esforço.”

Um dos pecados cometidos por pessoas que querem ter sucesso. É acharem que trabalhar é uma coisa ruim. Não é por acaso que escutamos muitas pessoas dizendo que se ganhasse na loteria, deixaria de trabalhar. Esse pensamentos segundos os autores não leva você  a lugar nenhum. Ou melhor, leva você para o caminho da mediocridade.

Na segunda parte do livro os atores falam sobre as leis da sabedoria.

A primeira lei é da oportunidade. Os autores nos mostra que na vida vamos ser deparadas por inúmeras oportunidades.

No entanto, temos que ter a mente aberta para isso. Temos que ter sabedoria para identificar o momento que a oportunidade aparecer para que possamos agarrar com unhas e dentes.

Em um dos textos desse capítulo os autores dizem: “Em suma, as oportunidades existem, o sol nasce para todos, mas nem todos o aproveitam. Os que o fazem têm mais chances de alcançar seus sonhos”.

“Dois homens olham pela mesma janela. Um vê lama. O outro vê as estrelas.” (Frederich Langbridge)

A lei de número 2 se trata da lei da sabedoria. Em provérbios 3:13:14 diz “Feliz é o homem que acha sabedoria e o homem que adquire conhecimento, porque melhor é o lucro que ela dá do que a prata, e melhor a sua renda do que o ouro mais fino. Mais precioso do que pérolas, e tudo o que pode desejar não é comparável a ela.”

Sobre essa lei os autores ressaltam a importância da sabedoria no dia a dia. Para justificar a sua relevância Eles citam Provérbios 24:3 -7 que diz: “Com sabedoria edifica-se a casa, e com a inteligência ela se firma; pelo conhecimento se encherão as câmaras de toda sorte e bens, precisos e deleitáveis. Mais poder tem o sábio do que o forte, e o homem de conhecimento, mais do que o robusto. Com medidas de prudência farás a guerra; na multidão de conselheiros está a vitória.”

Sem dúvida nenhuma a sabedoria é fundamental, quando se trata de sucesso.

Outro ponto importante que eu não poderia deixar de fora desse resumo do livro as 25 leis bíblicas do sucesso é sobre o capítulo que se chama visão.

Hoje em dia muitas pessoas não tem uma visão clara do que desejam. E isso dificulta bastante na sua corrida para o sucesso.

Para que você possamos estabelecer uma visão os autores sugerem que paramos um instante para fazermos uma reflexão:

Questionamentos como: O que é sucesso para você? Você o encara como algo bom ou ruim? Ele é sua prioridade?  Como acha que pode conquista-lo?

Questionamentos como esses, nos direcionam na busca do que almejamos. Isso desperta atenção e uma visão ampla.

A lei do planejamento não poderia ficar de fora de jeito nenhum desse resumo do livro as 25 leis bíblicas do sucesso.

Em provérbios 21:05 diz: “Os planos bem elaborados levam, a fartura.”

Acredito que o planejamento é sem dúvida algo crucial em tudo que realizamos.

Quando se trata de planejamento os atores falam da importância de realizar uma análise bem feita, observando os pontos fracos e fortes. Fazendo nesse caso, uma análise de SWOT.

“Quem falha em planejar, planeja falhar.” (Winston Churchill)

Na ultima parte do livro os autores falam sobre as leis do trabalho.

Uma das leis mais relevantes da obra na minha humilde opinião foi a da resiliência. Pode observar que até agora nesse resumo do livro as 25 leis bíblicas do sucesso. Foram colocadas várias dicas importantes. No entanto na última parte, quando se trata de trabalho. A resiliência sem dúvida é primordial.

Quando possuímos resiliência, conseguimos superar as pressões do dia a dia. Podemos nos adaptar aos ambientes. E superar os obstáculos de forma inteligente e assertiva.

Finalizando…

Essas leis e aprendizados citados nesse resumo do livro as 25 leis bíblicas do sucesso relata de forma breve. As ideias centrais do livro, se você estiver pensando em comprar esse livro, pode ficar certo que será essencial para seu crescimento pessoal e profissional.

Se quiser adquirir o livro através da amazon com o meu link eu agradeço, pois você estará dando um incentivo ao meu trabalho, para que eu possa trazer mais resumos para você. Um Forte abraço e sucesso.

 

Joás Alves

Olá, meu nome é Joás Alves, sou bacharel em produção publicitária e empreendedor digital, uma das minhas mais queridas missões, é compartilhar conhecimento para ajudar no seu crescimento pessoal e profissional.