O que é Marketing Social?

Tempo de leitura: 4 minutos

Trata-se da  gestão estratégica do processo de inovações sociais. Por meio de adotar novos comportamentos, atitudes e práticas individuais e coletivas, tendo por base o segmento da ética. E segue o fundamento dos direitos humanos, e da igualdade social, que de acordo com a lei todos somos iguais. A seguir começarei aborda as principais informações que serão essenciais para você que deseja saber sobre marketing social.

Como deve ser feito o marketing social?

Antes de tudo, o marketing social vem descrever a utilização de sistema  de princípios e técnicas direcionadas à promoção. E  fazer com que se aceite uma causa ou mesmo ideia.

Tem por meta, realizar a transformação sob o modo pela qual um certo público-adotante, sente que há uma questão social que deve ser ajudada com o apoio do marketing social, e assim propagar  à população.

Sua implementação precisa de foco para ter êxito. Tendo por consideração o que for mais relevante à uma organização, seja por fins lucrativos ou não. Assim o valor que tem a marca diante do público, será bem maior, pois a mesma passará a ter a imagem de responsabilidade social.

Sendo assim, o marketing social, deve ser feito não com base  em ações isoladas, e sim manter esforços que ficam constantes, (e que abrangem parceiros, e fornecedores). Que mostra preocupação em manter comprometimento com a causa, se a empresa não seguir os conceitos acima, pode ser interpretada como mal intencionada.

Para que o marketing social tenha êxito em sua implantação. É preciso que haja uma boa estrutura corporativa onde todos os trabalhadores envolvidos, tenham o mesmo comprometimento, e meta estabelecidos.

Após a definição dessa estratégia, é preciso fazer a redescoberta do consumidor, criando uma relação próxima com o cliente, e assim  é possível fazer uma campanha de conscientização social.

Qual a importância do marketing social?

Seguindo a visão mercadológica, uma das maiores vantagens do Marketing Social no interior das organizações, é sem dúvida conquistar o cliente por meio de mobilização social.

Dentro da Era Tecnológica, onde o uso de celulares é imenso, informações importantes do produto como: qualidade do produto, preço, diferenças relacionadas aos concorrentes, etc., são primordiais para ter melhor destaque sobre a concorrência.

Por isso é que o Marketing Social tem grande importância sobre o novo modelo de conquista de consumidores. Podemos  citar o Crowdfunding como exemplo desse novo modelo de comportamento dos clientes, que atualmente se dispõem a investir  dinheiro, para defender uma causa dos que querem ver implantada na prática.

O Marketing Social do ponto de vista do público

De acordo com estudos realizados pela Akatu, denominada de  “Rumo à Sociedade do Bem-Estar”, cerca de 50% dos brasileiros vêm valorizando empresas que têm papel social.

Atualmente, a responsabilidade social está sendo tratada pelas empresas como vantagem competitiva, e ajudam as empresas a se manterem por mais tempo no mercado.

Como compartilhar valores com  o marketing social?

É necessário realizar um ótimo trabalho de consciência, para que o público aceite sua campanha, se quer realizar um excelente Marketing Social, deve seguir os passos abaixo:

  1. Verifique se há semelhança de valores, entre consumidor e empresa.
  2. Checar que causas sociais podem abranger  esses valores.
  3. Decidir entre uma ou mais causas, e determinar o seu prazo, se será longo, ou curto.

Com o bom uso do  Marketing Social, e fazendo a defesa das causas que realmente serão relevantes à sociedade, é possível desenvolver relacionamentos de longo prazo, e assim encaminhar ao que é chamado de  Marketing de Defensores.

Marketing social, por que devemos aplicá-lo na sociedade?

Sabemos que a sociedade brasileira sofreu muitas mudanças nos últimos tempos. E vemos também que há mais engajamento, inclusive no que diz respeito às causas sociais.

Os brasileiros, sejam por iniciativa própria, ou mesmo empresarial. Têm demonstrado mais interesse sobre causas, como exemplo, as que falam de natureza. As manifestações que ocorreram no Brasil nos últimos anos, ajudaram a expandir esse tipo de comportamento dos brasileiros.

A exigência começou a se tornar mais rígida com relação a fabricação de produtos. A cobrança maior vem para as empresas que já são consagradas no mercado. E isso acaba fazendo com que a empresa se policie com relação ao seu comportamento diante do consumidor.

Estar no mercado atualmente, não é somente atuar oferecendo produtos. A corporação precisa desenvolver práticas que irão favorecer o consumidor e a sociedade como um todo.

Por isso é importante fazer a implementação do marketing social. Para que as causas sociais possam ser bem-vindas no âmbito social.

Como no mundo de hoje. As atenções maiores estão ligadas à problemas de causas sociais. O marketing social representa um ponto a mais em relação à concorrência.

Já foi comprovado que o marketing social é um bem comum. Ou seja, para todos, por isso tem ajudado empresários a melhorarem sua imagem corporativa perante seus colaboradores, fornecedores e diante da mídia.

Uma empresa que possui uma forte campanha de marketing social. Tem a bússola certa para dar melhor posição às suas campanhas publicitárias.

Consumidores estão cada vez mais cobrando de empresas. Para que estas possam fazer mais campanhas voltadas ao bem comum. O que é bom para a sociedade em geral. E que muitas vezes também atua na preservação do meio ambiente, por exemplo.

Clientes gostam quando suas marcas prediletas atuam em campanhas que promovem o ser humano como um todo. Marcas conhecidas como a Pedigree, por exemplo, tem ação social voltada para a adoção de animais.

Tais atitudes ajudam a tornar o mundo um lugar mais igualitário. E empresas que estão a favor desses projetos, são bem vistas aos olhos dos consumidores.

Casos de Marketing Social que deram certo

1- Doutores da Alegria: esta organização sem fins lucrativos. Já vem atuando há 25 anos, com a arte do palhaço, vem ajudar crianças, e adolescentes que passam por tratamento em hospitais.

2- Médicos sem Fronteiras: é uma organização humanitária internacional, atua no fornecimento de cuidados médicos para países em situação de fome, e guerra, e em desastres ambientais também.

3- Instituto Chão: trata-se de uma associação que não possui fins  lucrativos. Tendo por base a Economia Solidária. Realizando a intermediação entre cooperativas de produtores locais, com consumidores através de uma feira, uma mercearia, e um café de produtos orgânicos e até artesanais.

4- McDia Feliz: esta campanha já vem sendo conhecida há um certo tempo. O McDia Feliz do McDonald’s, tem ajudado na  causa do câncer infantil. Fazendo assim o envolvimento de clientes e da população em geral, para colaborar com a causa.

Conclusão

Nos dias atuais, com o auxílio do marketing aliado à tecnologias, é possível propagar  a promoção humana, por meio de atitudes que serão úteis a todos.

Se este artigo foi bom para você, deixe um comentário ou compartilhe nas redes sociais.

Joás Alves

Olá, meu nome é Joás Alves, sou bacharel em produção publicitária e empreendedor digital, uma das minhas mais queridas missões, é compartilhar conhecimento para ajudar no seu crescimento pessoal e profissional.

Artigos Relacionados