Entenda o que é depleção do ego

Tempo de leitura: 2 minutos

Quem nunca se sentiu completamente esgotado? Quem nunca teve um dia estressante no trabalho que acabou afetando o relacionamento em casa, tirando a força de vontade e energia? Talvez, muitas pessoas já tenham passado por isso, porém não sabiam que sentimentos como esses são chamados de depleção do ego.

Para definir de forma simples o que é depleção do ego, podemos dizer que é todos os esforços que tiram nossa capacidade de exercer com excelência algum tipo de atividade, usando outras palavras é quando estamos esgotados com algo que precisou de muita dedicação e esforço.

Permita-me usar um exemplo, quando compramos uma pilha usamos elas, por um tempo depois ela começa a perder a energia e começa a acabar. A depleção do ego não é diferente começamos o dia com toda energia (Como uma pilha nova) depois começamos a realizar tarefas, participar de reuniões, fazer relatórios, (Estamos usando nossa pilha), No final do dia estamos esgotados, depois de tantas coisas não conseguimos pensar de forma clara e objetivo. (A pilha começa a acabar).

Usando essa analogia podemos perceber que nosso cérebro tem uma ampla facilidade de armazenar coisas, porém quando nos esgotamos perdemos nossa máxima capacidade.

O engano comum sobre a depleção do ego

Muitas pessoas acreditam que podem usar o autocontrole e energia de forma separada. Seguindo o exemplo que já foi falado, geralmente quando compramos pilhas usamos elas em alguns equipamentos, usamos no mouse do computador, no controle da tv, etc. Porém, quando se trata de depleção do ego é diferente, não podemos usar nossa força de vontade e energia no trabalho, e outra em casa, nosso cérebro, ou melhor nossa “pilha” é única, ou seja usamos nossa capacidade de forma igualitária.

Se você começa com toda energia, sua capacidade pode ir diminuindo no trânsito, no trabalho, em casa, ou seja, você terá uma única “pilha” para usar em todas as suas funções durante seu dia, por isso que vale ressaltar a importância de analisar bem suas escolhas, pois isso será fundamental para o seus resultados.

Controle a depleção do ego e aumente sua força de vontade

Muitas vezes nos sentimos esgotados pelo fato de não temos como conceito o essencialismo, não escolhemos quais ou qual atividade será mais importante para realizar e acabamos lotando nossa agenda de coisas para fazer.

Isso sem sobra de duvidas é uma das causas da depleção do ego, por isso que é de fundamental importância administrar bem seu tempo, tendo foco no que é mais importante.

Eu quando estou escrevendo não costumo deixar as janelas das redes sociais abertas, como o facebook por exemplo. Isso tira a minha atenção e acaba esgotando a minha força de vontade e energia.

Por isso, se for fazer algo direcione sua energia para o que será feito, se pretende estudar para um vestibular, estude com afinco e evite enquanto estuda olhar as notificações no whatsapp, ou olhar o email.

Ter disciplina te ajudará a controlar a depleção do ego, te possibilitando uma melhor performance no que você estiver fazendo.

Não crie lista de “prioridades” não cai no plural de prioridades, prioridade é a primeira coisa, a segunda coisa já deixa de ser prioridade. Isto é, tenha sua única coisa e faça de forma precisa, se você usar toda energia se usar toda sua “pilha” nela, ficará bem mais fácil você ter êxito.

Finalizando…

Com as inúmeras obrigações durante o dia nossa mente é utilizada de forma absurda, muitas vezes nosso corpo pode ter chegado no trabalho, mais nossa mente pode escapar para outro lugar a qualquer momento, por isso temos que ficar atento a nossa capacidade de escolher o que é mais importante, pois se não obtivermos foco perderemos nossa capacidade de força de vontade, autocontrole e energia de forma rápida. E isso acabará comprometendo nosso futuro.

Se este artigo foi bom para você, deixe um comentário, ou compartilhe nas redes sociais.

Joás Alves

Olá, meu nome é Joás Alves, sou bacharel em produção publicitária e empreendedor digital, uma das minhas mais queridas missões, é compartilhar conhecimento para ajudar no seu crescimento pessoal e profissional.